Pedra Grande – Atibaia

O cartão postal da cidade que dista 70km de São Paulo é um dos lugares mais legais para se fazer trilhas próximos a capital mais movimentada do Brasil. Vem com a gente pra descobrir como ir, o que levar e outras dicas e curiosidades da Pedra Grande do Parque Estadual do Itapetinga – SP!

TINYPLANET_PANO_20180430_103612.jpg
Pedra Grande e Pedra da Baleia em Tinyplanet (tem um post nosso ensinando a fotografar assim)

A Pedra Grande é um local de contato com a natureza, no qual pode-se chegar de carro pela Rod. Dom Pedro I (pegando um acesso de terra que exige um pouco do carro) ou a pé (minha preferida). Para ir a pé, vá até o Condomínio Arco-Íris, próximo ao Pouso de Asa-Delta – a entrada é livre, apesar de ser um condomínio e o máximo que podem te pedir é anotar o RG e a placa do carro. Deixe o carro no final da subida (já fiz isso muitas vezes e nunca tive problemas) e inicie a caminhada.

inicio-das-trilhas-da
Essa antiga placa foi destruída anos atrás em uma queimada. A trilha mais comum ainda é a Minha Deusa. A da Mangueira é possível também, porém com gente que já conhece bem. A dos monges parece ter perdido o acesso…

Antigamente havia a placa de 3 trilhas, no entanto uma queimada a destruiu e dificultou o acesso a algumas rotas, porém a mais usada é fácil de localizar.

IMG_20180430_114956.jpg
Pedra Grande – Atibaia (Aquele palito em cima do Come Come é o Tück fazendo a próxima foto)

No começo há algumas pedras maiores, que talvez exijam ajuda das mãos, mas nada muito complicado. A subida pode durar de 1h a 3h00, dependendo de cada pessoa, mas saiba que sobem crianças, jovens e idosos, de diferentes condicionamentos físicos e com diferentes roupas (gente a la esportista até gente de havaianas). O importante é você se conhecer bem. E você pode ir curtindo gradualmente o visual da subida até chegar no topo do “come-come”.

GOPR2273.jpg
Foto tirada de cima do Come-Come

Lá em cima você pode pular de paraglider sozinho (se tiver habilitação) ou com o profissional (em torno de R$150) se estiver havendo atividades no dia. Também pode ficar de boa lá em cima curtindo o visual, acampar à noite, fazer piquenique (sempre lembrando de recolher todo o lixo que produzir) entre outras coisas. Lembre-se de que este lugar é o tesouro da cidade! Vamos mantê-lo lindo!

eu37.jpg
Nessa subida pegamos chuva, arco-íris, põr-do-sol com essa vista, noite e nascer…

A Trilha da Minha Deusa é a mais visitada e é fácil de achar após o condomínio Arco-íris. Os primeiros passos são andando no meio do matinho e é onde cansa um pouco mais o fôlego. Após passar as primeiras pedras, sua respiração volta ao normal e você começa a usar menos fôlego e mais perna. Devido as chuvas do verão, alguns caminhos foram mais cavados pela água e formaram degraus o que para alguns é melhor do que subir inclinado.

IMG_20180430_094554.jpg
É de boa mesmo para quem não faz trilhas. Apenas respeite seu ritmo.

A melhor época para subir é quando não está muito calor, nem muito seco, nem muito chuvoso. Quando ficam semanas sem chover o caminho fica seco demais e a terra um pouco mais escorregadia pra descer, mas nada que te impeça. Apenas tome cuidado para não dar uns rola-bunda a toa. No meio do caminho você tem uma bica de água potável para reabastecer garrafas e dar aquela refrescada! Aliás, leve algo para comer, e pelo menos 1l de água.
Você pode pegar situações belíssimas de neblina em estações intermediárias se sair bem cedo pra começar.

SS855414.jpg
Subida com neblina

O pôr do Sol também é outra atração a parte, já quele se põe para a face maior da Pedra. Caso queira ver o nascer, aponte para o outro lado e acampe ou comece a subir bem cedo.

 

IMG_1335436555541.jpg
Nascer do Sol
IMG_20131116_060142.jpg
Nascer do Sol

Da pedra maior, o come-come, você pode ver diversas cidades: Atibaia, Bragança Paulista, Bom Jesus dos Perdões, Nazaré Paulista e sua represa, Jundiaí, Mairiporã, as montanhas de Joanópolis e bem pequeno (quando há visibilidade) Campinas e São Paulo (incluindo o Pico do Jaraguá).

 

eu49.jpg
Pôr-do-Sol

A trilha por carro, saindo da fronteira entre Atibaia e Bom Jesus dos Perdões é de terra, portanto veja se o seu carro está bem regulado para subir, pois exige do motor e dos pneus. Em tempos muito seco o carro sofre um pouco pra subir por causa das pedrinhas e areia mais soltas. No entanto, é comum vermos motos, bikes, fuscas, corsas e carros mais robustos.

 

IMG_20131115_223726.jpg

No dia 1 de Maio é comum realizarem uma grande subida que geralmente começa no dia 30 de Abril com pernoite voltando no feriado. Muitas vezes a prefeitura monitora a subida noturna! Vale bastante a pena também caso você não queira se aventurar sozinho sem conhecer.

 

SS856303.jpg
Até o Pampo já subiu sem coleira (2x)

Caso queira conhecer também no mesmo bate-volta, é possível ir até o Pq. Municipal da Grota Funda, pela Av. Santana (um waze ou maps ajuda pois a sinalização não ajuda muito). O tempo de percurso de carro até lá dura em torno de 20 minutos saindo do centro de Atibaia. Aliás, você pode aproveitar e conhecer Atibaia… nossa terrinha! Tem um post sobre ela aqui: Atibaia! Sejam bem-vindos!

Ficou alguma dúvida? Pergunte para a gente o que você quiser ou precisar saber… 😉
Já subimos mais de 20 vezes por várias trilhas… 😉

Anúncios

3 comentários em “Pedra Grande – Atibaia”

  1. Muito maneiro site, parabéns! Detalhado, convidativo, inspirador!
    Sou trilheiro a muito tempo, sempre buscando informações e parcerias para trilhas.
    Estou combinando com um amigo pra subir a Pedra Grande em uma trilha noturna e ver sol nascer, sabe me dizer se tem alguma dificuldade pra acessar o condomínio pra fazer a trilha a noite?
    Pretendemos subir nessa próxima sexta-feira e aproveitar lua cheia! 🙂
    Abração

    Curtir

    1. Oi Marcio…
      Não conheço nenhuma história de barrarem a entrada lá, que horas pensa em começar? Eles pedem o rg na entrada. Mas não recomendo começar muito tarde e a trilha na anda com sinalização. Sexta tem lua cheia e eclipse espero que tenham uma baixa experiência.

      Curtir

E aí, o que achou? Diz pra gente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s