Chaak Tun – Cenotes de Playa del Carmen (México)

Playa del Carmen é um dos destinos preferidos na Riviera Maya do México devido às suas praias e atrações costeiras, como a proximidade com Cozumel. Mas a graça deste lugar vai além e os cenotes também são responsáveis por isso. Venha conhecer o Chaak Tun, um cenote ainda pouco comentado pelos brasileiros.

DCIM100GOPRO

“Chaak”, para os antigos maias, era o deus da chuva e aqui você ouvirá falar um pouco dele. Mas antes, vamos saber dos detalhes:

https://www.facebook.com/plugins/video.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fdandoumpulo%2Fvideos%2F2096114870611098%2F&show_text=0&width=560

O que é?

Chaak Tun é um cenote – e, se essa palavra não te diz nada, podemos simplificar: é uma caverna com lagoas. A água tem cerca de 22ºC e pode-se nadar com neoprene, colete salva-vidas e snorkel. É bem tranquilo!

Onde fica e como chegar?

Na saída de Playa del Carmen. Você pode pedir um táxi nas proximidades de onde estiver, mas, se for em uma região central, cada trecho do percurso pode custar MXN 200 (em nosso câmbio, 50 reais) ou mais. Para economizar, você pode alugar uma bike e ir até lá tranquilamente ou andar até o final da Av. Benito Juárez (no cruzamento com a 115) e de lá pegar um táxi por metade do preço.

Para nós, que estávamos já hospedados perto da Av. Benito, a caminhada de 20 minutos compensou, já que pagamos MXN 100 cada um por todo o caminho (ida e volta). Se fôssemos de bicicleta, gastaríamos, juntos, MXN 100 a mais.

Quanto custa?

O tour – incluindo duas cavernas para nado e uma caverna seca bem simples – te custará cerca de MXC 500 e inclui a roupa, sapatinho, locker, snorkel e lanterna. Você pode comprar as fotos que tiram no final (algumas ficam bonitas…) mas se prepare, porque já cobram até em dólar pro susto ser maior. Nós não compramos! Mas achamos justo dar a propina (gorjeta) pro guia.

Vale a pena?

Para nós valeu! Principalmente porque nunca havíamos feito nada parecido e foi ótimo para nos preparar para os que faremos mais pra frente (alguns bem maiores e desafiadores). O guia que nos acompanhou, Abel, era super simpático, cheio de informações interessantes e de orgulho por sua cultura e ancestralidade.

 

 

Quando ir?

Abre todos os dias das 9h às 15h (mas sempre pesquise antes no local, pois os horários podem sofrer alterações) e o tour dura cerca de 2h.

OBS.: Aos domingos, o horário de abertura é às 10h.

Dicas!

  • Eles podem falar para você não usar o neoprene, pois a água não é tão fria – mas nós o recomendamos! Já está incluso, a sensação de água fria diminui e ele ajuda MUITO a não ser picado por pernilongos e pode amortecer eventuais batidas nas pedras.
  • Pechinche o táxi! E faça isso descaradamente, pois eles cedem bem fácil; caso contrário, te cobram a maior grana pra andar 3 quadras a mais. Para não desembolsar dinheiro à toa, vale combinar com o taxista a volta e não pedir um carro na recepção do Cenote, pois os guias já combinam um valor mais salgado com os taxistas.
  • Leve água!
  • Recomendamos levar alguma câmera que fotografe bem no escuro e seja à prova d’água. Nosso celular, mesmo com proteção, não captou nada, mas ele serviu como uma lanterna a mais. Já a GoPro nos foi de grande ajuda! Ela sofre um pouco com os movimentos no escuro, mas tudo bem, as melhores imagens sempre ficam gravadas na nossa cabecinha também!
  • Cenotes são ótimos para se visitar em dias em que não dá muita praia. Dias nublados, com chuva ou com excesso de sargaço na praia.
Anúncios

Uma consideração sobre “Chaak Tun – Cenotes de Playa del Carmen (México)”

E aí, o que achou? Diz pra gente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s