Providência – Colômbia

Uma ilha que fica mais ao norte de San Andrés, muito mais perto da Nicarágua do que da Colômbia. Um paraíso. Pedacinho incrível deste lindo planetinha água… e claro… um lugarzinho muito, muito, mas muito azul. Bem vindos a um lugar que faz jus ao nome: Providência. Vem com a gente ver como foi nossa passagem e o que você deve fazer pra vir pra cá…

DSC_0256

Onde fica? 

Providência é uma ilha ligada a outra pequena ilha chamada Santa Catalina. Ficam ao norte de San Andrés, no mar do Caribe.

DCIM100GOPRO
Paraíso!

Como se chega?

De catamarã (barco) ou avião (pequeno), sempre saindo de San Andrés. De avião, leva 20 minutos e custa por torno de 125000COP tendo vôos todos os dias. O avião é pequeno, é russo, meio barulhento por ser pequeno, mas é um voo gostoso e rápido. DE catamarã, por trecho é 65000COP, 130000COP ida e volta. Sim, bem mais barato, mas não tem todo dia, é disputado e precisa antever a compra, e na ida prepare-se para ir contra a maré e chacoalhando muito. Na volta é mais suave, mas também chacoalha.

 

O que é preciso?

Além de comprar as passagens, é necessário apresentar o mesmo Cartão Turístico que precisa apresentar em San Andrés (em torno de 50000COP) . Além disso é preciso já ter reserva em algum hostel ou hotel.

Como se locomover na ilha?

Assim como San Andrés – você pode conhecer melhor nesta postagem que fizemos sobre lá: 7 Motivos para ir a San Andrés -, podes alugar um carrinho de golf ou uma moto e a ilha é BEM menor. Então dá pra você se locomover a pé, como fizemos bastante também. Depende de onde quiser ir, quanto tempo tiver e o que quiser fazer. 😉

providencia
Por do sol na ponte entre as duas ilhas.

Como é a ilha?

É linda. Óbvio! É menor e mais calma que San Andrés, não é um lugar de muita badalação, tá mais para ilha deserta do paraíso. Lugares pra comer sempre vai ter, e com os mesmos cardápios de lá, não se preocupe. Os preços também são até um pouco mais em conta em algumas coisas e olha que fomos em Janeiro. Os hostels é que superam um pouquinho os preços de San Andrés. Em relação a língua, você se vira bem com o espanhol, com o inglês e com o ‘créole’ (mistura de tudo kkk)…

IMG_1739

O que tem pra fazer?

A praia do Morgan é um dos lugares calmos e bem pertos do centro da ilha. Você atravessa uma pequena ponte e já está na Ilha Santa Catalina, sobe e desce uns degraus e já está na praia do Morgan. Pode nadar lá com seu snorkel ou curtir o que tem de bom na vida: sombra e água fresca.
Na ilha existem outros lugares para ir, como a marina, a South Beach e outras praias. Cada uma tem uma característica diferente, uma mais agitada, outra com restaurante e pousada a beira mar, outra bem sossegada e mais roots. Além disso, você pode optar por passeios de mergulhos como os que vão até os tubarões em algumas agências, mas necessitará dos certificados de mergulho internacional.

 

 

Cayo Cangrejo

Este é o florão, a joia da coroa de Providência. Uma ilhota que se pode ir de barquinho ou de caiaque por uns 15 reais. Fomos nos dois. E o de caiaque é mais divertido, mais barato e te dá tempo livre pra ficar no Cayo. De barquinho você fica mais limitado, é mais caro, mas se não gosta de remar, é mais fácil. O cayo é uma ilhota que dá visão 360° de Providência e o mar. Sem dúvidas um dos lugares mais lindos da Terra. Para entrar se paga uma taxa de 14500COP.

FB_IMG_1453247354561.jpg
Providencia (COL)

Se quiser saber como tirar esse tipo de foto, dá uma lida neste post que fizemos só sobre isso: Fotos Planetinha e 360° – Como fazemos!

Como foi nossa passagem?

Estávamos no mochilão pela Colômbia (Medellín, Cartagena, San Gil, Santa Marta, San Andrés e você pode ler ele todinho aqui: Mochilão Colômbia ).

Passamos 4 dias em San Andrés, interrompidos ao meio pela nossa viagem à ilha de Providência. Fomos para Providência de teco-teco porque na ida o barco balança muito, pelo que ouvimos (só dá gente vomitando em uma viagem que pode chegar a 5 horas). Na volta é relativamente mais tranquilo ir de catamarã (mas, ainda que seja menos traumático, são 3 horas sentindo-se dentro de um liquidificador). De barco (R$ 150) é cerca de metade do preço do que ir de avião. Depende do quanto você quer economizar e do quanto quer sofrer :p Estávamos com medo do teco-teco (que é recauchutado da União Soviética, pelo que a Carina, que entende um pouco do alfabeto russo, conseguiu ler nas plaquinhas do avião), mas foi um voo de 15 minutos muito tranquilo e com uma visão linda da ilha! Recomendamos comprar com antecedência a passagem do avião e a do catamarã, seja de ida ou de volta… acabamos ficando 1 dia a mais na ilha por não conseguirmos vaga no barco na data que havíamos planejado.

Em Providência nos hospedamos próximo à ponte entre as duas ilhas, no Hostel Old Providence, que é muito confortável, mas com necas de wi-fi (apesar da propaganda dizer o contrário, por isso pode ter sido um azar).

Em Providência não há busão regular e fizemos tudo a pé. As praias são bonitas, mas pegamos algumas delas cheias de algas devido a algum fenômeno grande em lugares distantes, e aí a cor da água acaba ficando mais escura. Na praia da Cova do Morgan fizemos snorkel e aproveitamos bem o mar rasinho, no dia seguinte ficou cheio de algas. Muita sorte! Mas as algas parecem ser um fenômeno raro que tem ficado mais e mais comum devido a mudanças climáticas.

O interessante de Providência é conseguir desfrutar o Caribe sem enfrentar praias um pouco mais cheias, como em San Andrés. No entanto, o que vai valer muito, mas muito mesmo a pena encarar teco-teco, catamarã e preços um tanto mais salgados que em San Andrés… é o indescritível Cayo Cangrejo. Nós não costumamos fazer lista de “lugares mais bonitos” que conhecemos, pois acreditamos que cada experiência é única… mas para o Cayo tivemos que abrir uma exceção. Sem dúvida é a praia mais bonita que já vimos (e, provavelmente, a que ainda vamos ver na vida). Abrimos outra exceção na nossa regra de viajantes em função dele: visitar 2 vezes um mesmo lugar. Na primeira fomos de barco, em um tour que sai regularmente da ponte que liga as ilhas… na segunda, em cerca de 20 minutos remando de caiaque (que foi mais barato que ir de tour e nos rendeu muitas horas e aventuras a mais).

Providência também nos rendeu cada pôr do sol que é difícil de esquecer… enfim, só amor pelo Caribe!

 

 

E aí? Tirou suas dúvidas sobre Providência? Tem algo que ficou faltando? Diga o que achou, se já foi, se planeja ir… fale com a gente aqui ou pelo facebook.com/dandoumpulo

IMG_1810-ANIMATION.gif

Anúncios

3 comentários em “Providência – Colômbia”

E aí, o que achou? Diz pra gente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s