Mistério Maya (Parque Dos Ojos) – México

Não há rios na superfície da península de Yucatán. Toda a água doce, consumida desde as épocas dos mayas e aztecas até hoje, é obtida de rios subterrâneos. Rios que passam dentre cavernas como em um mundo escuro abaixo da terra. Acredita-se que em alguns planetas como Marte e Plutão (o anão) e em algumas luas como Encélados e Europa haja rios de água subterrânea correndo por debaixo das superfícies secas. Mas se você não está a fim de fazer uma viagem espacial, no México você pode entender melhor o que seria isso. Piadas à parte, o cenote Misterio Maya nos pareceu um dos mais proveitosos em vários sentidos… entenda o porquê aqui!

img_0630

Dos Ojos é um parque natural muito próximo de Tulum, que apresenta um leque variado e interessante de cenotes para visitar. Saímos de manhã de Playa del Carmen pegando novamente a van que vai a Tulum (saiba onde pegar aqui) pelo preço de MXN 45. Ele fica em uma das últimas paradas (cerca de 35 minutos de viagem).

Ao chegar você pode escolher entre ir andando aos mais próximos (ficam entre 1, 3 e 5 km) pagando de MXN 100 a MXN 350 o ingresso de cada um (são 8 cenotes no total). Havíamos lido que era interessante ir a pé aos 3 mais próximos: Jaguar (cenote com tirolesa); Nicte Ha (cenote pequeno); Dos Ojos (cenote amplo com cavernas nas quais se pode mergulhar, desde que se tenha a certificação adequada). Contudo, nos pareceu melhor pagar menos no que se chamava Misterio Maya (com transporte incluso, pois é bem mais longe). No caminho fomos conversando com os guias: na ida sobre política – os mexicanos estão felizes e esperançosos com o novo governo que acaba de assumir, pois pela primeira vez em 80 anos terão um governo diferente dos liberais que não trouxeram muito desenvolvimento e distribuição de renda-; e na volta sobre idiomas, já que o motorista conversava com outros em maya e nos contou que em Yucatán o ensino da primaria e secundaria é bilíngue.

O Misterio Maya tem um nome meio brega, convenhamos, mas foi um belo acerto nosso! O preço fica em MXN 550 (com transporte) ou MXN 200 andando por 1h pra ir e outra pra voltar (terá que ter um mapinha, pois há muitas entradas que podem confundir). E aqui a graça é que ele tem uma área bem grande aberta, com luz solar, muitos peixes, passarinhos e morcegos. Antes você se troca, deixa as coisas em um armário e pode levar câmera, snorkel, sapatilha…

Dentro você irá nadando por um caminho bem extenso (cerca de 1h) dentro da caverna, vendo as estalactites e estalagmites de forma bem mais livre, porém tão cuidadosa quanto os outros. Ninguém fica te apressando, só a sua vontade de não querer ficar sozinho no escuro hahaha! Depois, pode ficar o quanto quiser na parte aberta curtindo a água fresca (o calor é forte, mas não há sol, nem sal para os que têm aflição com mar). Ao fim se pega a carona de volta na hora em que pedir (mas não vá muito tarde, obviamente).

Dicas:

  • Se tiver permissão internacional, você pode fazer o mergulho profissional em Dos Ojos por MXN 600 debaixo das cavernas totalmente inundadas.
  • Não use protetor e repelente antes, pois isso prejudica a água do cenote.
  • Vá em dia de sol, pois este cenote é mais bonito com a luz.
  • Vá de van, que é muito mais barato do que táxi.
  • Leve água, principalmente se for caminhando entre os cenotes – você não encontrará muitas opções para hidratar o corpo no meio do caminho.

DCIM354GOPRO

Uma consideração sobre “Mistério Maya (Parque Dos Ojos) – México”

E aí, o que achou? Diz pra gente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s